Casas de Repouso vs. Cuidados em Casa: Prós e Contras

casa de repouso contras

Escolher o cuidado adequado para um idoso pode ser um desafio, com as opções mais comuns sendo casas de repouso, também conhecidas como residência assistida para idosos, lar geriátrico ou abrigo para a terceira idade, e os cuidados em casa. A decisão depende das necessidades individuais, saúde e preferências do idoso, bem como de fatores como condições financeiras, o local para oferecer os cuidados e a rotina familiar.

As casas de repouso podem ser bastante caras, dependendo das instalações e do nível de cuidado necessário1. Existem diferentes tipos de casas de repouso para idosos, como privadas, comunitárias, individuais e especializadas, cada uma com suas próprias características e custos associados2. Por outro lado, embora geralmente menos caros do que uma casa de repouso, os custos dos cuidados em casa ainda podem ser significativos, e contratar pelo menos duas cuidadoras pode ser necessário para cobrir escalas, adicionais noturnos, férias, feriados, faltas, horas extras, bem como o pagamento de fundo de garantia e encargos sociais13.

Além dos aspectos financeiros, é importante considerar as necessidades e preferências do idoso. Alguns podem achar difícil se adaptar à vida em uma casa de repouso devido à perda de independência, enquanto outros podem se sentir isolados recebendo cuidados em casa, a menos que sejam tomadas medidas para atividades sociais1. Consultar um profissional de saúde pode ajudar a tomar a decisão mais informada, considerando a situação específica do idoso e da família.

Casas de Repouso: Vantagens e Desvantagens

Com o envelhecimento da população brasileira em crescimento, há uma maior demanda por opções de cuidados para idosos4. As casas de repouso, também conhecidas como instalações de longa permanência, clínicas de cuidados contínuos, moradias assistidas ou centros de vida assistida, oferecem uma série de vantagens e desvantagens que devem ser consideradas ao decidir sobre os cuidados de um ente querido idoso.

Vantagens das Casas de Repouso

Uma das principais vantagens das casas de repouso é que elas oferecem cuidados profissionais 24 horas por dia, sendo uma boa opção para idosos que precisam de assistência regular com atividades diárias ou condições médicas que exigem supervisão constante. Profissionais de saúde estão disponíveis a qualquer hora do dia ou da noite para atendimento emergencial a idosos5.

Além disso, as casas de repouso geralmente oferecem uma variedade de atividades sociais para manter os idosos engajados, proporcionando atividades de lazer, socialização e exercícios físicos4. As necessidades de alimentação adequada e higiene também são cuidadas pelo pessoal da casa de repouso4. Para idosos que vivem sozinhos e começam a enfrentar dificuldades em realizar tarefas simples, como tomar banho ou lavar louça, as casas de repouso podem ser benéficas, oferecendo auxílio de cuidadores e estímulo para fortalecer os músculos e promover o bem-estar5.

Desvantagens das Casas de Repouso

No entanto, há também algumas desvantagens a serem consideradas. Muitas famílias podem achar o custo de uma casa de repouso proibitivo, especialmente se a estadia for prolongada6. O custo alto é uma das principais desvantagens das casas de repouso e instituições de longa permanência4. Além disso, alguns idosos podem achar difícil se adaptar devido à perda relativa de autonomia4 e independência.

Outra desvantagem é o distanciamento familiar. Apesar de muitas casas incentivarem a visita de parentes, alguns residentes podem ainda se sentir separados de suas famílias5. Embora haja oportunidades de socialização, alguns idosos podem se sentir isolados, especialmente se não participarem ativamente das atividades propostas6.

Além disso, a qualidade dos cuidados pode variar de uma instituição para outra6. Embora as casas de repouso tenham profissionais multidisciplinares, o atendimento prestado pode não ser tão individual quanto o feito em casa por um cuidador. O idoso também terá que aprender a dividir espaços comuns com outros residentes, resultando em menos privacidade, e às vezes até o próprio quarto se não tiver condições de pagar por um individual.

Apesar das eventuais desvantagens, os residenciais de idosos oferecem um ambiente de convivência importante, proporcionando conforto, paz e tranquilidade, com prioridade para o bem-estar e segurança dos idosos5. Muitas vezes, os familiares podem se sentir culpados por não poderem cuidar do ente querido em casa6, mas é fundamental avaliar cuidadosamente todas as opções disponíveis e escolher aquela que melhor atenda às necessidades e preferências do idoso e da família.

Cuidados em Casa: Benefícios e Desafios

Quando se trata de cuidar de idosos, os cuidados em casa são uma opção cada vez mais popular. Essa modalidade envolve ter um cuidador que venha à residência do idoso para auxiliar nas atividades diárias, sendo uma boa escolha para aqueles que são relativamente independentes, mas precisam de um pouco de suporte. Os cuidados em casa permitem que o idoso permaneça em seu próprio ambiente familiar, mantendo uma sensação de independência e privacidade.

Benefícios dos Cuidados em Casa

Um dos principais benefícios dos cuidados em casa é a possibilidade de receber atendimento personalizado de acordo com as necessidades específicas do idoso. O cuidador pode adaptar sua assistência conforme a demanda, proporcionando um suporte sob medida. Além disso, os cuidados em casa são uma ótima alternativa quando o idoso é lúcido e deseja morar sozinho, mas requer um apoio por perto. A fisioterapia domiciliar também é uma opção cada vez mais procurada, oferecendo alívio da dor e benefícios que melhoram a qualidade de vida dos pacientes7. O “Home Care” pode ser prestado por uma equipe multidisciplinar, incluindo médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais e nutricionistas7.

Desafios dos Cuidados em Casa

No entanto, os cuidados em casa também apresentam alguns desafios. Dependendo das necessidades do idoso, pode ser difícil encontrar um cuidador disponível 24 horas por dia. Manter um idoso que precisa de cuidados em tempo integral em casa pode exigir a contratação de no mínimo quatro profissionais8. A família precisará realizar um contrato de trabalho, que inclui a contratação de pelo menos dois cuidadores e um folguista9. Contratar por meio de uma agência de cuidadores pode ser dispendioso, servindo como um obstáculo financeiro9. Além disso, a menos que sejam tomadas medidas para promover atividades sociais, o idoso pode se sentir isolado em casa.

Embora geralmente seja mais econômico do que uma casa de repouso, o custo dos cuidados em casa ainda pode ser significativo. A família precisará arcar com as despesas da residência do idoso, além de lidar com os desafios de recrutar e gerenciar os cuidadores. A maioria das empresas de cuidados domiciliares não está dentro da lei, o que pode resultar em custos adicionais para a família contratante8. O nível educacional da população também apresenta desafios na formação e treinamento de profissionais da área de cuidados em casa8.

Fatores a Considerar ao Escolher Entre casa de repouso contras e Cuidados em Casa

Ao decidir entre cuidados em casa e uma casa de repouso para idosos, é essencial considerar diversos fatores. Os custos de um cuidador de idoso domiciliar podem ser substanciais, dependendo da quantidade de horas e dos serviços necessários10. Da mesma forma, as casas de repouso podem ser caras, e o custo pode variar dependendo dos serviços oferecidos10. É necessário avaliar as condições financeiras para arcar com os cuidados, seja em casa ou em uma instituição.

Outro aspecto crucial é analisar o local mais adequado para oferecer os cuidados, levando em conta a segurança, acessibilidade e conforto do idoso. A capacidade do idoso de se locomover e realizar suas atividades básicas de forma independente é um fator relevante na decisão entre casa de repouso e cuidados em casa11. Além disso, é importante considerar como a escolha afetará a rotina e a dinâmica familiar, principalmente no caso de contratar um cuidador para atuar na própria residência.

A importância de manter uma vida social para os idosos é salientada, indicando que a solidão em casa durante o dia pode ser prejudicial, o que pode influenciar na decisão entre os dois tipos de cuidados11. As oportunidades de socialização em casas de repouso contribuem para o desenvolvimento de novas amizades e impactam positivamente o estado emocional dos idosos12.

Muitas famílias se deparam com a decisão de escolher entre cuidador de idoso domiciliar e casa de repouso, refletindo a relevância e frequente ocorrência desse dilema na terceira idade10. A decisão entre as duas opções depende de fatores como a saúde do idoso, preferências pessoais e situação financeira da família, evidenciando a complexidade da escolha10. Levar em consideração as preferências e opiniões do idoso, respeitando sua autonomia na tomada de decisão, sempre que possível, é fundamental.

Por fim, consultar profissionais de saúde, como geriatras e psicólogos, pode ajudar a avaliar as necessidades específicas do idoso e orientar a escolha mais adequada. Um diálogo aberto e honesto ao comunicar a mudança para a casa de repouso é essencial para minimizar a sensação de dependência e suavizar a transição12. Ao ponderar todos esses fatores, é possível tomar uma decisão informada e benéfica para o bem-estar e qualidade de vida do idoso.

Conclusão

A escolha entre casas de repouso e cuidados em casa para idosos é uma decisão complexa e multifacetada, que requer uma análise cuidadosa das necessidades individuais, recursos disponíveis e preferências pessoais. Embora as casas de repouso ofereçam um ambiente seguro, equipe multidisciplinar, atividades recreativas e terapêuticas, alimentação adequada e suporte emocional e social13, elas também podem implicar em custos financeiros elevados, distanciamento familiar e perda de autonomia e privacidade13. Por outro lado, os cuidados em casa permitem que o idoso permaneça em um ambiente familiar e mantenha sua independência, mas podem exigir adaptações no lar, suporte de cuidadores e acesso a serviços de saúde especializados.

Ao considerar as opções, é essencial avaliar realisticamente as necessidades do idoso, listando os cuidados diários, semanais e mensais necessários, bem como os recursos já disponíveis. Pesquisar e visitar casas de repouso da região, entrevistar cuidadores conhecidos e consultar especialistas pode fornecer informações valiosas para embasar a decisão. Vale ressaltar que a falta de preparação para lidar com a idade avançada pode tornar a decisão de internar os pais em uma casa de repouso uma situação difícil e permeada pelo sentimento de culpa14. No entanto, com uma escolha adequada de local, visitas frequentes e acompanhamento familiar, é possível garantir a qualidade de vida dos idosos nessas instituições14.

Em última análise, o mais importante é assegurar que o idoso receba os cuidados necessários, seja em casa ou em uma instituição, preservando sua saúde, bem-estar e qualidade de vida. A decisão entre casa de repouso contras e cuidados em casa deve ser tomada de forma consciente, levando em consideração as particularidades de cada situação e priorizando sempre o melhor interesse do idoso. Com planejamento adequado, suporte familiar e acesso a recursos apropriados, é possível encontrar a melhor solução para garantir um envelhecimento digno e confortável.

Links de Fontes

  1. Casas de Repouso vs. Cuidados em Casa: Qual é a Melhor Escolha? – https://www.guiadoidoso.com.br/blog/assistencia/casas-de-repouso-vs-cuidados-em-casa-qual-e-a-melhor-escolha/97
  2. As Vantagens e Desvantagens de Diferentes Tipos de Casas de Repouso – https://estancianaturalparadyse.com.br/as-vantagens-e-desvantagens-de-diferentes-tipos-de-casas-de-repouso/
  3. Casa de repouso ou cuidadora domiciliar: prós e contras de cada um – https://www.casaderepousovivabem.com.br/casa-de-repouso-ou-cuidadora-domiciliar/
  4. Qual melhor opção: casa de repouso, ILPI ou cuidar do seu familiar idoso em casa – Geridades – https://geridades.com.br/2021/01/29/qual-melhor-opcao-casa-de-repouso-ilpi-ou-cuidar-do-seu-familiar-idoso-em-casa/
  5. Clínica de Repouso: vantagens e desvantagens a se considerar – https://casaderepousomoradaprimavera.com/blog/clinica-de-repouso-vantagens-e-desvantagens-a-se-considerar/
  6. Vantagens e Desvantagens das Casas de Repouso: Uma Análise Equilibrada – https://www.guiadoidoso.com.br/blog/dicas/vantagens-e-desvantagens-das-casas-de-repouso-uma-analise-equilibrada/110
  7. Home care – fisioterapia domiciliar: vantagens e desvantagens | Clínica Vicci – https://clinicavicci.com.br/fisioterapia-domiciliar-bh-vantagens-e-desvantagens/
  8. Cuidador de idoso ou casa de repouso? – Dr. Paulo Camiz – https://www.ogeriatra.com.br/cuidador-de-idoso-ou-casa-de-repouso/
  9. casa de repouso ou cuidador? – https://casaderepousobemmecare.com.br/o-que-e-melhor-para-o-idoso-casa-de-repouso-ou-cuidador/
  10. Qual é a Melhor Opção para o Idoso? – The Good Life Rio – https://thegoodliferio.com.br/cuidador-de-idoso-domiciliar-ou-casa-de-repouso-para-idosos-qual-e-a-melhor-opcao-para-o-idoso/
  11. Como saber se a Casa de Repouso é a melhor opção para um idoso? – SeniorOnline – https://www.senioronline.com.br/como-saber-se-a-casa-de-repouso-e-a-melhor-opcao-para-um-idoso/
  12. 5 motivos para considerar uma casa de repouso para seus pais: Benefícios e Cuidados Especializados! – Nova News – https://www.novanews.com.br/noticias/colunistas/5-motivos-para-considerar-uma-casa-de-repouso-para-seus-pais-beneficios-e-cuidados-especializados
  13. Casa Geriátrica: O que é, Conceito, Exemplos e Importância – https://espacovitalis.com.br/casa-geriatrica/
  14. Levar os pais para uma casa de repouso é decisão difícil, mas garante qualidade de vida a todos – https://www.semprefamilia.com.br/pais-e-filhos/levar-os-pais-para-uma-casa-de-repouso-e-decisao-dificil-mas-garante-qualidade-de-vida-a-todos/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *